Jogos pouco conhecidos das antigas #1

Jogos pouco conhecidos das antigas


Eai galera beleza?
Mais um vídeo nostálgico aqui do canal em que a galera participa. È isso mesmo, um vídeo 100% de sugestões nostálgicas.
De tempos em tempos aqui no canal estarei trazendo um vídeo de  jogos desconhecidos ou pouco conhecidos que vocês sugeriram, pode ser de qualquer console, desde que seja pouco conhecido. Porque é como eu sempre digo né, aqui quem manda são vocês.



Capcom’s Soccer Shootout

Capcom’s Soccer Shootout para o super Nintendo foi sugerido pelo Samuel oliveira e realmente ele tirou de letra.
Se não fosse o International Superstar Soccer, Shootout seria um dos grandes candidatos a vitorioso da geração pois tem uma trilha sonora empolgante, jogabilidade bacana e diversão de sobra.
O game foi desenvolvido pela A-Max e lançado pela Capcom, e aqui o foco era o campeonato japonês. Mas tem ate um musica dedicada ao Brasil.
Essa jogo já excede as expectativas com um bom gráfico para a época e é uma boa opção para quem só está acostumado a ouvir falar de fifa e super star soccer.
Uma coisa bem bacana acontece na hora dos gols. Voce faz o gol e daí vem  toda aquela animação gráfica do jogador correndo para comemorar e tal, e lá no fundo dá pra ver  placas publicitárias de Street Fighter, Mega Man e da própria Capcom. Aqui a propaganda sai de graça. Mas com certeza eles foram muito criativos.

Super Probotector - O Alien Rebels

Agora vamos falar de um game indicado pelo Willian Bispo.
Super Probotector lá na Europa ou simplesmente Contra III the Alien Wars por aqui, foi e ainda é provavelmente o melhor e mais difícil Shooter em 2D para SNES.
O game seria exatamente idêntico ao Contra 3 se não fosse o fato dos personagens serem totalmente diferentes. Aqui não temos mais os candidatos a Arnold schuazneguer e Silvéster stalone e sim 2 mini transformers europeus.
O game teve que ser modificado para ser lançados naquelas bandas senão teria sido proibido pois as leis da Alemanha sobre jogos assim era muito mais rígidas do que no resto da Europa. Então os desenvolvedores tiveram que redesenhar alguns sprites para deixar tudo aquilo ali mais light.
Alem dos soldados, também modificaram a tela de menu, os finais e o nome né, que é totalmente diferente.

Ardy Lightfoot

Ardy Lightfoot é um jogo de aventura cheio de Power ups e  dificuldades conforme você vai passando de fase. E quem indicou esse game pra gente foi o Gustavo Zank, vlw Gustavo esse jogo eu gostei.
E todo jogo tem que ter uma história e a desse aqui é a seguinte:
Um arco-iris sagrado, criado por um grande poder, foi dividido em sete cristais, quem conseguir reunir os sete cristais terá um desejo realizado, e sabendo disso, Ardy sai em busca dos cristais perdidos, mas o malvado rei Visconti também deseja reunir os sete e para isso, envia seus subordinados, dando início a uma corrida para ver quem reúne todos primeiro.
O nosso protagonista ardy, que eu não sei se é um gato ou uma raposa, sempre está acompanhado de seu amigo Pee, que sempre vai dar aquela força nessa batalha. O pee, alem de também eliminar os inimigos, pode virar um balão de ar e ajudar o ardy chegar nos lugares mais difíceis.
São 17 fases que valem muito a pena jogar. Vlw Gustavo por sugerir esse jogaço pra galera.

Ground Control  1

E agora vamos falar do game Gound Control  1 indicado pelo Silencer.
Um jogo de estratégia lançado para PC no ano  2000 e que segue vivo ate os dias de hoje.
Graficamente falando o jogo não deixa a desejar e traz ótimos cenários para a época é claro. Tem quinze missões  e muita história entre elas com cutscenes e tudo mais que renderá horas e horas de jogatina.
Se você é um estrategista nato e ainda não jogou esse game, jogue que você vai curtir demais e também tem outras versões do game caso queira conferir.

Zero the Kamikaze Squirrel

O Adriano José da Silva indicou pra gente o game Zero the Kamikaze Squirrel do mega drive que também tem uma versão para o super Nintendo.
Zero o Esquilo Kamikaze é um spin-off do game "Aero The Acro-Bat", onde Zero era o vilão do game.
Bom, esse é um game de plataforma onde controlamos um esquilo que utiliza armas como shurikens, nunchakus e dá uns pulos muito doidos, ou seja, é quase um ninja.
A história começa em meados do Aero the Acro-bat 2. Zero recebe uma nota de sua namorada Amy que diz que o Lenhador está destruindo sua terra natal. Zero,decide ir lá resolver a parada, e quando ele estava quase chegando em sua ilha natal, seu avião é abatido e ele cai na praia, a partir daí começa  o game que tem todo tipo de cenário ate chegar no chefe final.
O jogo tem sete mundos complexos e cheio de obstáculos e inimigos a serem superados. E de vez em quando você encontrará sub chefes nesses mundos.
È mais um game de plataforma das antigas que vale a pena jogar.

Kabuki - Quantum Fighter – NES

O marcos Mendes pediu para falar um pouco do jogo Kabuki - Quantum Fighter – NES e quem manda aqui no canal são vocês, então vamos lá.
A história de Kabuki - Quantum Fighter é um pouco similar ao que acontece na série Assassin's Creed, claro que com muitas diferenças principalmente pelo fato desse game aqui ser muito mais antigo, mas a essência em si é muito parecida.
Devido à um virus que se alastrou pelo planeta em 2056, o coronel Scott O'Connor se voluntaria para entrar no computador central da Terra e resolver o problema.E para isso, ele tem seu cérebro transformado em código binário que é introduzido no sistema, e temos então o nosso personagem principal.
Olhando assim parece uma mistura de Prince of pérsia e ninja gaiden em 8 bits. Quem não viveu no tempo do nintendinho pode ate achar o jogo fraco, mas algumas pessoas ate se atrevem em dizer que é um dos melhores, eu mesmo curti demais o game.

Shatterhand NES

Em Shatterhand, controlamos um policial chamado Steve Hermann, que exercia sua profissão tranquilamente, até dar de frente com os Metal Command, um grupo de arruaceiros da cidade que ARRANCARAM as maos de Steve.
È isso mesmo, eles arrancaram a Mao do cara.
Mas o governo fez um acordo com o nosso policial e disse que lhe dariam 2 braços cibernéticos se ele aceitasse a missão de acabar com a gangue de vez. E é claro ne, ele aceitou na hora. Faz seu serviço como policial, ganha 2 braços super fodões e ainda tem sua vingança, melhor impossível.
E quem recomendou pra gente esse game que passa num ambiente super futurístico foi o Jeisson David e ele garante que se você curte uma jogatina em 8 bits, com certeza vai se viciar nesse game.

Robo Warrior NES

O Marconi Cintra disse que ate hoje viu poucos canais falando sobre o jogo Robo Warrior do nes e queria eu falasse um pouco sobre ele. È claro parceiro, você quem manda.
Esse game foi lançado em 1987 para nintendinho e MSX e ate tinha outro nome, Bomber King , porque segue a mesma linha da maioria dos jogos do bomberman.
Mas Robô Warrior é um jogo para um player só, que você controla um robozinho cinza que usa bombas como armas, tanto para destruir blocos de labirinto quanto para matar inimigos, mas seu armamento é limitado, e por isso você também tem sua pistola de raios laser de carga infinita.
Tem vários estágios, vários inimigos, vários chefões, e ao contrário de Bomberman as fases aqui são bem diferentes uma da outra, gigantescas e em várias telas.
È outro jogo em 8 bits que poucas pessoas conhecem e merece uma maior atenção de quem curte uma jogatina das antigas.


Bom meus amigos, esse foi o primeiro vídeo da série que eu pretendo começar aqui no canal  e se você curtiu esse tipo de conteudo onde vocês participam comigo, deixam suas sugestões ainda ainda aparecem no vídeo. Deixe aquele LIKE pra eu saber que você quer mais vídeos assim.
E deixe ai nos comentários algum jogo desconhecido ou pouco conhecido de qualquer geração ou console que estarei trazendo aqui no próximo vídeo beleza?
Vlw mesmo e ate a próxima!


1 comentários:

  1. esse KabuKi Quantum fighter é quase clone de Batman do NES

    ResponderExcluir